Autor denuncia: “Há pessoas sendo chantageadas para não serem acusadas de assédio !” – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Autor denuncia: “Há pessoas sendo chantageadas para não serem acusadas de assédio !”

Os recentes protestos e acontecimentos envolvendo o caso de assédio de José Mayer a uma figurinista da Globo causou uma série de reações na classe artística.

A mobilização de funcionárias da Globo, famosas e anônimas, trouxe uma força a uma causa dessas nunca vista antes. Vitória das grandes das mulheres.

Quando a figurinista Su Tonani publicou um relato dando detalhes do assédio que sofreu do ator José Mayer, a turma dos panos quentes agiu rápido na emissora.

Mas os movimentos de protestos foram tantos, a repercussão foi tanta, que a rede não teve como segurar. Apoiou e noticiou o caso e a causa, afastou o ator. José Mayer assumiu a culpa e a emissora pediu desculpas, tudo em rede nacional.

Mas, para alguns amigos do ator, autores e atores e diretores, a Globo jogou José Mayer ‘ao leões’. Fez do caso dele, assédio, que tem aos montes para todos os cantos (em todas as emissoras e empresas, e vagões de trem, universidades…), um verdadeiro “circo”. Boni foi um dos que condenou publicamente a ação da rede.

Muita gente dentro da emissora também está condenando a atitude da Globo e afirmando que a emissora usou o Zé como ‘bode expiatório’ para sair bem na fita e vender ao público uma postura que a emissora nunca teve.

Segundo uma fonte da Globo, causou estranhamento a rapidez com que as funcionárias se organizaram, confeccionaram camisetas e conseguiram se colocar diante dos holofotes com apoio da emissora. Seria uma ação de marketing?

Os caso de assédios dentro da Globo são comuns e do conhecimento de todos, e não envolvem apenas mulheres. Dezenas de homens já reclamaram do assédio de mulheres e homens sem que a emissora saísse em defesa deles.

Não faz muito tempo que um texto foi escrito e divulgado nas redes sociais acusando um autor que passava um tempão no bandejão da emissora assediando jovens atores ou figurantes. Nada foi feito.

Para amigos de José Mayer, entre atores, autores e gente graúda da emissora, a Globo transformou tudo em peça publicitária, divulgada no JN, para passar a impressão de empresa que respeita os vulneráveis.

Já Aguinaldo Silva resolveu denunciar. O autor, que não é de ficar calado, publicou um texto dizendo que após o caso envolvendo Mayer, tem gente chantageando, tirando dinheiro de profissionais da emissora para não abrir o bico, não fazer outro escândalo com denúncias de assédio.

“Acontecimentos recentes incentivaram pessoas inescrupulosas. Já sei de pelo menos um caso de pessoa que está sendo chantageada para não ser acusada de assédio. Por isso, cuidado com o que você escreve na internet. Por mais que a proposta seja tentadora escreva sempre “não” ou, pelo menos, “não sei se estou interessado”, e ainda: “por que você insiste tanto, não acha que assim está me assediando?”

Aguinaldo ainda deu conselhos para quem não quer se meter em uma enrascada como a de Mayer.

“Guarde todos os diálogos, por mais picantes que sejam, num arquivo, para o caso de precisar provar que não foi você quem iniciou o assédio. Essas recomendações se aplicam principalmente aos gays, pessoas que, quando os casos chegam à justiça, em geral não são levadas a sério”, escreveu Aguinaldo.

O que você acha da atitude do autor? José Mayer foi mesmo “jogado aos leões”?

Compartilhe isso:

Leia Mais

Com contrato vitalício, Eva Todor queria morrer trabalhando
Faustão repete gafe com Pabllo “Villar”… É “Vittar”, Faustão, “V-i-t-t-a-r”!
Meteram a mão no prêmio da Bibi, só isso explica!
Namorado de Fátima bomba nas redes sociais do dia para a noite
“BBB 18” ganha aquecimento extra