Banda punk de Joinville é atacada por grupo tatuado com símbolo nazista – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Banda punk de Joinville é atacada por grupo tatuado com símbolo nazista

tattoQuatro homens, de 18, 24, 25 e 26 anos, foram presos suspeitos de agredirem três integrantes de uma banda de punk rock na tarde de domingo (12) em São Bento do Sul, no Norte de Santa Catarina. Segundo a Polícia Militar, os presos têm a suástica, o símbolo do nazismo, tatuado pelo corpo.

A banda Poluição Sonora, de Joinville, faria um show às 16h em um festival de punk que aconteceria em um bar no Centro da cidade. Ao descer da van, por volta das 15h, os músicos foram atacados pelos homens armados com facas, machadinhas e martelo.

Conforme a PM, os músicos defendem a igualdade entre as pessoas, principalmente negros e gays, e este pode ser a motivo das agressões.

“Ninguém viu de onde eles vieram, só ouvimos que fizeram uma saudação nazista e começaram agredir o pessoal do Poluição Sonora”, disse Rudinei Pires, um dos organizadores do evento. Segundo Rudinei, os agressores estavam de preto e tinham a cabeça raspada.

Ferimentos
A Polícia Militar afirma que os artistas foram feridos na face, cabeça e pescoço. O vocalista teve um corte no rosto e na mão direta. Outro músico ficou com o olho direito roxo e levou quatro pontos na cabeça.

O caso mais grave foi de um músico com um corte profundo no lado esquerdo da cabeça que foi até o pescoço. Uma das orelhas foi quase arrancada por um golpe de machadinha. Segundo a PM, ele foi atendido e liberado do hospital na segunda-feira (13). Os outros dois receberam curativos e tiveram alta hospitalar. O G1 tentou contato com a banda, mas não teve resposta.

Suspeitos moram em outros estados
Conforme os policiais, os suspeitos moram nas cidades de Agudo do Sul e Curitiba, no Paraná, e São Paulo e foram até São Bento do Sul para praticar o ataque.

Em Santa Catarina, a PM afirmou que eles não tinham antecedentes criminais. Ao serem presos, eles preferiram se manter em silêncio e foram encaminhados ao presídio de Mafra, no Norte catarinense. As identidades dos suspeitos não foram divulgadas.

Segundo a PM, eles devem responder pelos crimes de preconceito racial, lesão corporal grave, associação criminosa e rixa.

Compartilhe isso:

Leia Mais

PRESOS AUTORES DE TRÁFICO, ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA E CORRUPÇÃO DE MENORES
Temperatura deve passar dos 30ºC nesta segunda-feira em SC
Trabalhadores paralisam serviços no Hospital Florianópolis
2º dia do Vestibular 2018 da UFSC tem 20,5% de abstenção
ESCULTURA É INSTALADA NO MAR DA PRAIA DA SEPULTURA