Caos em manifestação tem feridos, presos e destruição – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Caos em manifestação tem feridos, presos e destruição

A manifestação desta quarta-feira (31) terminou com feridos, presos e em destruição. O ato, que se concentrou na avenida Paulista, era contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e contra o presidente Michel Temer.

O protesto começou por volta das 18h e seguiu por toda a extensão da avenida, tendo como ponto de partida o Masp. De lá, manifestantes se dirigiram para a rua da Consolação em direção à praça Roosevelt. Durante o trajeto, alguns manifestantes colocaram fogo em sacos de lixo. Quando a manifestação estava a poucos minutos da praça, a Polícia Militar do Estado de São Paulo começou a jogar bombas de efeito moral na multidão. Houve correria e desespero.

Depois disso, alguns manifestantes quebraram portas de banco, carros da polícia e pontos de ônibus. Uma jovem manifestante identificada como Deborah Fabri foi ferida no olho esquerdo por uma bala de borracha e pode perder a visão. Ela foi socorrida e levada para o Hospital das Clínicas. De acordo com a assessoria do HC, a jovem permanece na unidade para avaliação, exames e uma possível cirurgia.

Dois fotógrafos foram detidos e levados pela polícia militar ao 78º Distrito Policial — Jardins, onde permaneceram de madrugada. Ambos foram liberados do DP no final da madrugada. Porém, um deles teve seu equipamento fotográfico quebrado pelos policiais.

 Um policial também se feriu. Segundo a Polícia Militar, ele foi socorrido na rua da Consolação pelos próprios colegas e levado para o Hospital das Clínicas. Seu estado de saúde não foi informado.

Nas imediações da rua Barão de Campinas, esquina com a Duque de Caxias, região central de São Paulo, um condutor de uma BMW avançou sobre os manifestantes. Não há informações se o motorista foi preso.

A sala de imprensa da PM não possui um balanço fechado da manifestação desta quarta-feira (31). Por meio de nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) disse que a ação policial com bombas e balas de borracha se deu porque um grupo “começou a incendiar montes de lixo e agredir policiais com pedras”.

Assista ao vídeo:

 

Compartilhe isso:

Leia Mais

Temer diz que população entenderá aumento de impostos dos combustíveis
APROVADO PROJETO QUE PREVÊ TITULO DE CIDADÃO HONORÁRIO DE BOMBINHAS AO GOVERNADOR DE SC
Tarifas do transporte intermunicipal ficam mais caras a partir de domingo (23)
Santa Catarina fica abaixo de 0ºC pelo quinto dia seguido
Público faz campanha para Evaristo Costa ficar na TV, e Globo tenta reverter a decisão do âncora