Cerca de 50 toneladas de tainhas são apreendidas em Porto Belo – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Cerca de 50 toneladas de tainhas são apreendidas em Porto Belo

tainhas-apreendidasTainha foi apreendida em Porto Belo nesta segunda-feira (25) (Foto: Luiz Souza/RBS TV)
Cerca de 50 toneladas de tainha foram apreendidas nesta segunda-feira (25) no Litoral Norte catarinense, segundo informações da RBS TV. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), dois barcos de pesca industrial que saíram de Porto Belo no último dia 18 pescaram a menos de dez milhas da costa, o que é proibido por lei.

Os barcos saíram em direção ao município gaúcho de Mostardas. A pesca teria ocorrido enquanto as embarcações contornavam o litoral gaúcho. De acordo com Sandro Klippel, coordenador do Ibama em Itajaí, os barcos são acompanhados por um sistema de rastreamento por satélite.

Ainda de acordo com o Ibama, a tainha está em período reproduivo e nessa época migra para o Norte. O limite de dez milhas da costa, segundo o instituto, permite que a área com mais quantidade de peixes seja preservada.

Licenças barradas
Segundo apurou a RBS TV, os barcos apreendidos faziam parte da primeira lista de 43 embarcações catarinenses que tiveram a licença para pesca industrial da tainha negada, no início da safra, em junho.

Na época, muitos pesqueiros foram barrados por problemas com a documentação e por atuarem em área irregular em anos anteriores. A empresa alvo da operação nesta segunda foi uma das poucas no estado que conseguiram, depois, a autorização na Justiça.

Um dos barcos operava com ordem judicial e outro tinha permissão da Secretaria Nacional da Pesca. Nenhuma das duas embarcações, porém, poderá mais ser utilizada para captura do peixe. A multa pode chegar a R$ 1 milhão.

De acordo com a RBS TV, os peixes foram doados a um projeto e serão distribuídos em escolas e entidades beneficentes.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Público faz campanha para Evaristo Costa ficar na TV, e Globo tenta reverter a decisão do âncora
Governo decide aumentar imposto sobre combustíveis
Sem verba, Força Nacional pode perder 66% do efetivo
Balneário Camboriú completa 53 anos com casamento coletivo; veja programação de aniversário
Frio começa a perder intensidade, mas SC ainda registra temperaturas negativas