Ex-segurança diz que roubo à Kim Kardashian estava previsto – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Ex-segurança diz que roubo à Kim Kardashian estava previsto

276513_36Steve Stanulis, ex-segurança de Kim Kardashian e Kanye West, afirmou que o incidente de roubo que a socialite protagonizou em Paris, na França, era algo que ia acontecer mais cedo ou mais tarde.

“Este foi um crime à espera de acontecer. Kim tem sorte de estar viva”, disse o homem, criticando a mulher de West por constantemente expor sua vida de luxo nas redes sociais.

Para Stanulis, o Snapchat é a ruína de Kim, já que dias antes do roubo, ela estava exibindo suas joias no snap:

“Basicamente estava convidando alguém para roubá-la”, disse o segurança.

Stanulis disse que o casal de celebridades não toma a sua segurança tão a sério quanto deveriam.

“Quando eu trabalhava com eles, Kanye me pedia para andar dez passos atrás dele, o que torna difícil para quem trabalha com sua segurança fazer qualquer coisa se alguém atirar contra eles”, comentou Steve, afirmando que o que aconteceu em Paris foi uma chamada de alerta para a socialite de 35 anos.

“Eles precisam pagar por um guarda de segurança armada. Ela quase foi morta com uma arma, porque ela não quer pagar por uma pessoa armada e bem treinada. Demora um minuto de diálogo para descobrir se alguém realmente é um policial. Infelizmente, a única pessoa culpada por este incidente, é Kim Kardashian. Ela tem dezenas de milhões de dólares em joias, mas ela não quer pagar por um guarda armado para protegê-la. O fato de que há cinco dias  alguém conseguiu quebrar sua segurança e tentou agarrá-la, demonstra que sua segurança não é suficientemente forte, e isso deve ser uma chamada de alerta”, comentou Stanulis, defendendo o chefe de segurança de Kim, Pascal Douvier, um ex-militar alemão e campeão de judô, que não estava com Kardashian quando ela foi roubada na noite de domingo, já que ele estava fora com suas irmãs Kourtney Kardashian e Kendall Jenner em um clube.

Stanulis acrescentou que há ainda muitas perguntas não respondidas sobre o roubo, incluindo suspeitas de que foi um trabalho interno.

“Eu diria que pode ser tanto um trabalho interno como um golpe publicitário”, comentou.

Compartilhe isso:

Leia Mais

“Vou ficar mais forte”, diz Diogo Vilela sobre interpretar Cauby
Processada pelo PT, Globo convoca Huck para reunião emergencial
Sem chance na Globo, Emilly quer ser youtuber
Em guerra, Dudu Camargo e Marcão do Povo temem tirar folgas e férias
Com contrato vitalício, Eva Todor queria morrer trabalhando