Famílias de baixa renda em Urupema dependem de auxílio para moradia – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Famílias de baixa renda em Urupema dependem de auxílio para moradia

moradoraUrupema, na Serra catarinense, cidade que  está entre as que registram as temperaturas mais baixas do país, tem 30 famílias que são consideradas em situação de extrema pobreza, conforme o IBGE. Dos 2,5 mil habitantes, 180 famílias são de baixa renda e recebem o Bolsa Família. Muitas delas dependem de um programa habitacional para viver, conforme a prefeitura do município.

Conforme o secretário de Administração de Urupema, Alesandro Muniz Pereira, desde 2005, foram entregues 180 casas para moradores em situação de vulnerabilidade. Até março deste ano, outras 38 famílias estavam inscritas no cadastro social para receber uma nova casa.casa2_bbeMlaq

Cada casa custa cerca de R$ 30 mil para o município. Segundo o secretário, a prefeitura busca uma parceria estadual para ampliar o programa e conseguir fazer mais do que sete casas ao ano, média até então registrada.

“Os recursos são limitados, mas quando você opta por construir uma nova casa de madeira e a estrutura tende a aquecer mais rapidamente os habitantes”, diz o secretário. As casas são de 42 metros quadrados, com dois ou três quartos, uma cozinha e um banheiro.

A dona de casa Carine Macedo recebe há três meses aluguel social da prefeitura, para viver com o marido e duas filhas em uma casa mais bem estruturada, onde as paredes duplas de madeira impedem a entrada do ar frio.casinha

“A gente está bem agora. As crianças vivem melhor, numa casa melhor, mais fechada. A casa que eu morava era com o banheiro para o lado de fora”, conta a dona de casa. O antigo lar de Carine tinha paredes simples de madeira, com buracos e frestas, como muitas que se veem próximas às estradas da cidade.

“Além de dar um lar, melhorar a cidadania e autoestima, também há o viés do turismo. Você reforma as casas e o aspecto da cidade melhora”, complementou o secretário.

A cidade registra o o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 0,699. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o indicador considera longevidade, educação e renda de um município, que varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano. Urupema está na 1.934º posição entre as mais de 5 mil cidades brasileiras.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Em jornada contra corruptos, MST ocupa fazenda de Ricardo Teixeira no Rio
Municípios catarinenses que têm herança da cultura açoriana em suas raízes inciam preparativos para o 24º Açor
Terça-feira tem nevoeiros, sol e até 30ºC
Operação contra pedofilia cumpre mandados em cinco cidades de SC
Casan reajusta tarifa de água e esgoto em 6,08% em SC