Futebol é o conteúdo de TV preferido no celular, e dramaturgia no on demand, diz Ibope – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Futebol é o conteúdo de TV preferido no celular, e dramaturgia no on demand, diz Ibope

Levantamento da Kantar IBOPE Media revelou dados interessantes sobre o perfil da audiência de TSV (Time Shifted Viewing), o conteúdo televisivo consumido em até sete dias após a exibição regular.

De acordo com os dados coletados entre maio/16 e abril/17, nos 15 mercados aferidos regularmente pelo instituto no Brasil, os indivíduos da classe AB foram os que mais assistiram a conteúdos televisivos de forma não linear. Viram o conteúdo de TV até sete dias após a exibição no programação normal dos canais.

“A população entre 25 a 49 anos é a que mais consome TV após a exibição regular, porém percebe-se que o público infantil também tem bastante afinidade com essa forma de assistir televisão”, explica Fábia Juliasz, Head of Business Solutions para a América Latina. No período analisado, novelas, minisséries e shows foram os gêneros mais assistidos de forma não linear – com destaque para os programas originalmente exibidos entre 19h e 23h.

O Time Shifted Viewing faz parte de um conjunto de soluções de mensuração da “audiência 360°”, cujo objetivo é entregar os resultados do consumo de TV em todas as suas formas. O TSV é a medição do consumo de conteúdo televisivo no tempo do telespectador, em que se identifica e aloca esta audiência, em até sete dias após sua exibição (não linear), seja por gravação do telespectador ou por on demand. O reconhecimento da programação consumida de forma não linear é feito através da tecnologia fingerprint, que identifica o conteúdo televisivo por meio de seu áudio.

O estudo também detalha o perfil da audiência de conteúdo televisivo consumido em celulares via TDT (Televisão Digital Terrestre) nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro. Entre os telespectadores que assistem TV por aparelhos móveis, o futebol foi o gênero mais assistido em ambas as praças.

Na Grande São Paulo, o público que mais assistiu conteúdos de TV via TDT em aparelhos móveis pertence à classe AB, com o auge de consumo entre 11h e 14h. Já na região metropolitana do Rio, a classe C foi a que mais consumiu TV em celulares com a tecnologia TDT, com pico de audiência entre 12h e 13h. As informações também foram coletadas entre maio/16 e abril/17.

Assim como na aferição de TSV, a audiência do consumo de conteúdo televisivo por TV Digital Terrestre (TDT Mobile) é somada à audiência regular de TV, em um período de até sete dias, e alocado a emissora de origem.

Compartilhe isso:

Leia Mais

“Vou ficar mais forte”, diz Diogo Vilela sobre interpretar Cauby
Processada pelo PT, Globo convoca Huck para reunião emergencial
Sem chance na Globo, Emilly quer ser youtuber
Em guerra, Dudu Camargo e Marcão do Povo temem tirar folgas e férias
Com contrato vitalício, Eva Todor queria morrer trabalhando