Grupo que ocupa Floresta Nacional realiza ato em Guatambu, Oeste de SC – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Grupo que ocupa Floresta Nacional realiza ato em Guatambu, Oeste de SC

 img-20160627-wa0055O grupo que ocupa a Floresta Nacional de Chapecó realizou um ato na tarde desta segunda-feira (27) em Guatambu, no Oeste catarinense. Na terça-feira (28) vence o prazo para que as famílias, ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), deixem a área.

Desde a madrugada de 4 de junho, centenas de pessoas ocupam uma área de reflorestamento, informou o delegado da Polícia Federal Fabrício Argenta. O grupo reivindica uma área de 800 hectares em Guatambu para agricultura familiar.

De acordo com a assessoria do MST em Chapecó, por volta das 14h, a SC-283, que passa pela Floresta, teve o trânsito interrompido por cerca de 20 minutos. A Polícia Militar e a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) não confirmaram a interrupção aoG1.

Depois, o grupo, junto com outros movimentos sociais e com representantes de assentamento do MST de outras regiões do estado, realizaram uma marcha no Centro de Guatambu e se reuniram no salão paroquial da cidade em um ato em defesa da reforma agrária.

A assessoria de imprensa informou ao G1 que havia cerca de mil pessoas no ato. O G1 não conseguiu contato com a Polícia Militar para confirmar o númeroDe acordo com a equipe da RBS TV, um representante do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) acompanhou a reunião.

Ele e os líderes do movimento estavam, até as 18h, definindo um local para onde as famílias que estão na Floresta Nacional devem ficar provisoriamente após deixarem a área, informou a assessoria do MST.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Casan reajusta tarifa de água e esgoto em 6,08% em SC
POLÍCIA MILITAR DE BOMBINHAS PRENDE MAIS DOIS POR TRÁFICO EM BOMBINHAS
Menina de 6 anos fica ferida após cair por cerca de 30 metros na Serra do Rio do Rastro
Após semana com neve e temperaturas negativas, SC pode registrar 30ºC
Temer diz que população entenderá aumento de impostos dos combustíveis