Irmão de ex-governador Garotinho é preso por exploração sexual infantil em Campos – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Irmão de ex-governador Garotinho é preso por exploração sexual infantil em Campos

1y6mfpx9p1_3ysskchujo_fileQuatorze pessoas foram presas nesta quinta-feira (9) em Campos dos Goytacazes, norte fluminense, por envolvimento no esquema de exploração sexual infantil no distrito de Guarus. O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Campos e irmão do ex-governador do Rio Anthony Garotinho, Nelson Nahim, é um dos condenados no caso, que ficou conhecido como “Meninas de Guarus”. Os mandados foram cumpridos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). Dos 14 mandados, 12 foram efetuados e dois acusados estão foragidos.

Cerca de 15 crianças e adolescentes (entre 8 e 17 anos) eram mantidas em cárcere privado para prostituição e exploração sexual, nos anos de 2008 e 2009. Elas eram vigiadas por homens armados e recebiam comida e drogas como pagamento. As vítimas eram obrigadas a consumir drogas, como cocaína, haxixe, crack, ecstasy e maconha, sem que pudessem oferecer resistência.

A quadrilha também levava as vítimas até os clientes em motéis e hotéis da cidade. As crianças chegavam a fazer 30 programas por dia. Havia uma tabela de preços, que iam de R$ 80 a R$ 300. Os criminosos foram condenados pela juíza Daniela Barbosa Assumpção de Souza, na 3ª Vara Criminal de Campos e as penas variam de um a 31 anos de prisão.

 Entre os condenados também estão o ex-vereador Marcus Alexandre dos Santos Ferreira; o Leilson Rocha da Silva, mais conhecido como “Alex”; o policial militar Ronaldo de Souza Santos; e o empresário Renato Pinheiro Duarte.

Os acusados foram condenados pelos crimes de quadrilha armada, estupro de vulnerável, exploração sexual de crianças e adolescentes entre outros. O irmão do ex-governador Garotinho, Nelson Nahim, foi condenado a 12 anos

Compartilhe isso:

Leia Mais

Câmara aprova continuidade do saque das contas inativas do FGTS
Defesa de Renato Duque entrega à Justiça foto para provar encontro com Lula
Quatro dias após rompimento de adutoras, há moradores ainda sem água na Grande Florianópolis
Quarta-feira tem tempo instável e temperaturas amenas
Ataque em Manchester choca por matar crianças, fortalece ideologias terroristas e expõe insegurança fora de capitais