Japonês ganha o Nobel de medicina por trabalho que estudou como as células reciclam seu próprio conteúdo – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Japonês ganha o Nobel de medicina por trabalho que estudou como as células reciclam seu próprio conteúdo

3gzei5o1zt_9t3jhhpxgp_fileO japonês Yoshinori Ohsumi ganhou o prêmio Nobel de 2016 de medicina e fisiologia por sua descoberta de como as células se degradam e reciclam seu próprio conteúdo, o que pôde levar a um melhor entendimento sobre doenças como câncer, Parkinson e diabetes tipo 2.

“As descobertas de Ohsumi levaram a um novo paradigma em nosso entendimento de como a célula recicla seu conteúdo”, disse a Assembleia do Nobel do Instituto Karolinska, da Suécia, em um comunicado ao anunciar o ganhador do prêmio de 8 milhões de coroas suecas (933 mil dólares).

“Suas descobertas abriram o caminho do entendimento… para muitos processos fisiológicos, como a adaptação à fome ou respostas para infecção”, acrescentou o comunicado.

O trabalho de Ohsumo sobre a degradação das células, um campo conhecido como autofagia, é importante porque pode ajudar a compreender o que acontece de errado em uma série de doenças.

Ohsumi, nascido em 1945 em Fukuoka, no Japão, é professor do Instituto de Tecnologia de Tóquio desde 2009.

“Estou extremamente honrado”, disse o cientista à agência de notícias Kyodo.

O Nobel de medicina ou fisiologia é sempre o primeiro a ser anunciado a cada ano. Prêmios para conquistas nas áreas de ciências, literatura e paz foram concedidos pela primeira vez em 1901, seguindo os desejos do testamento do inventor da dinamite, o empresário Alfred Nobel.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Temer diz que população entenderá aumento de impostos dos combustíveis
APROVADO PROJETO QUE PREVÊ TITULO DE CIDADÃO HONORÁRIO DE BOMBINHAS AO GOVERNADOR DE SC
Tarifas do transporte intermunicipal ficam mais caras a partir de domingo (23)
Santa Catarina fica abaixo de 0ºC pelo quinto dia seguido
Público faz campanha para Evaristo Costa ficar na TV, e Globo tenta reverter a decisão do âncora