Marcelo Adnet: 'Não tenho a neurose de ter que brilhar' – Rádio Cidade FM

AO VIVO

Marcelo Adnet: ‘Não tenho a neurose de ter que brilhar’

315224Marcelo Adnet vem aí. E avisa: não tem, nunca teve e jamais pensou em substituir Jô Soares na linha de talk shows da Globo.
“Ligaram esse ventilador, mas não fui eu. Tentaram ventilar uma inverdade, isso nunca aconteceu, jamais houve pretensão de fazer umprograma diário de entrevistas”, afirmou.
O humorista apresentou o programa Adnight à imprensa, na noite de quarta-feira (27), no Clubhouse, em Copacabana, na Zona Sul do Riode Janeiro.
Empolgado com a oportunidade de se mostrar em primeira pessoa, não estando atrás de um personagem, o humorista resumiu a atração.
“Eu falo direto com a câmera. Não uso personagens, o apresentador sou eu mesmo. E queria que todos da minha equipe fossem felizes, pedi isso a eles. Chamei artistas que trabalham duro em seus meios e trouxe eles para um programa de TV. Quando todo mundo está feliz isso funciona muito. E eu fico feliz e satisfeito também de ser um bom anfitrião para todos. O Adnight um late show com convidados conhecidos pelo público, mas que terão o lado B mostrado. O convidado tem que se permitir brincar, essa é a graça, ser desconstruído através de entrevistas inusitadas, jogos e muitos desafios”.
Disposto a ampliar o leque de opções, Adnet quer receber artistas de outras emissoras.
“Continuo com a opinião que talento não tem emissora. Um dos momentos mais especiais do Tá No Ar, foi a participação do Carlos Alberto de Nóbrega. No Adnight não será diferente”.
Adnet ainda destacou que seu late show não é inspirado em nenhuma atração específica.
“Olhamos pro mundo e vimos o que estava acontecendo. Pesquisamos coisas bacanas sobre os convidados para falar curiosidades deles. E todo o programa é montado em cima do convidado. Nada vai se repetir de um programa pro outro. Teremos muitos talentos no palco e fora dele, e é uma atração muito focada no convidado. Não tem muita fórmula”, explicou.
As entrevistas em Adnight serão descontraídas, fugindo dos moldes tradicionais. Convidado do programa de estreia, Galvão Bueno conversou com Adnet enquanto pisava em uvas.
“Não será um talk show, não vou focar em entrevista sentada em um sofá. A gente não queria fazer um programa chapado, queríamos de pé. Ser entrevistador nem é meu forte e não é o foco do programa. Ele é um late show, não é um programa muito falado, não tem essa característica. Na pesquisa, vimos, por exemplo, que Galvão Bueno é dono de duas vinícolas. O papo com ele foi pisando em uvas”.
Sem receio de críticas, Adnet ressaltou que não vai se prender a elas.
“Não tenho neurose de ter que brilhar, ter que ser diferente. Muitas vezes o importante é só deixar acontecer. Vai rolando. Críticas sempre existem, nunca tive medo disso. Quero fazer um programa de qualidade, para todas as idades e classes. Todo público será bem-vindo, sem distinção”.
Feliz, ele afirmou estar realizando um sonho.
“Esse é o programa que eu sempre quis fazer. Quando ele começou a ser levantado e a equipe começou a ser montada eu pensei: ‘Nossa, estou cercado de talentos’. E aí quando as coisas começaram a acontecer e virar verdade eu vi que estava realizado”.
A temporada de Adnight estreia dia 25 de agosto e se estende até dezembro, com  direção-geral de Emerson Muzeli e direção de Fernanda Telles. Além de apresentar, Adnet também colabora no roteiro, que tem redação final de Elbio Valente.
Em janeiro, Adnet retorna à telinha com o sucesso de Tá No Ar. E não descarta participação na Escolinha.
“Tem a possibilidade de uma nova temporada da Escolinha do Professor Raimundo, eu tô dentro, dá pra conciliar tudo”.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Atriz mirim de série de sucesso virou um mulherão
“A Terra Prometida” é líder de audiência na TV Argentina
Elettra conseguiu: destruiu o namoro de Emilly e Marcos
Com pensão atrasada, ex-Polegar coloca Food Truck à venda
Falta de shows e calote! Separados, Joelma e Ximbinha têm problemas em suas carreiras solo