Moraes responde a questões sobre plágio, atuação de sua mulher e sobre a afirmação de que seria advogado do PCC – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Moraes responde a questões sobre plágio, atuação de sua mulher e sobre a afirmação de que seria advogado do PCC

O ministro da Justiça licenciado Alexandre de Moraes começou a sua sabatina respondendo a questões sobre acusações de plágio em um de seus trabalhos jurídicos, sobre a atuação da sua mulher como advogada, sobre a informação de que seria advogado do PCC.
Moraes negou todas as acusações.

As perguntas foram lidas pelo relator da indicação de Alexandre de Moraes na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), que selecionou algumas das 1.200 perguntas feitas por internautas e enviadas por meio do site do Senado.

Veja abaixo as respostas de Moraes a cada uma das questões:

Advogado do PCC

— Quem já foi caluniado na internet já sabe que há uma dificuldade, há quase uma impossibilidade de retirar as informações. Jamais fui advogado do PCC e de ninguém ligado ao PCC. O escritório da qual fui sócio atendia uma cooperativa para indenizações para acidentes de trânsito. Houve um empréstimo de garagem para uma cooperativa, uma investigação e em 2015 começaram a deturpar informações. Entrei com medidas judiciais cabíveis contra oito sites e o juiz pediu retirada do ar de todos os sites.

Plágio de tese

— Essa questão foi inventada por uma pessoa que foi reprovada na banca para professor da USP e agiu possivelmente por vingança. O próprio tribunal constitucional espanhol diz que o conteúdo citado é de decisões públicas. A viúva do autor disse que se houve cópia isso não deveria ter sido feito.

Esposa sócia em escritório com ações no STF

— Qual é o problema? A esposa em função de cargos exercidos pelo marido tem que abdicar de todos os seus cargos e ficar em casa sem fazer nada? Há casos no STF do escritório em que ele atuou? Há casos. Obviamente que por vedação legal, todos os casos em que o escritório tenha atuado ou venha a atuar, de acordo com artigo 144 código de processo penal, todos os casos, obviamente, me declararei impedido.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Em jornada contra corruptos, MST ocupa fazenda de Ricardo Teixeira no Rio
Municípios catarinenses que têm herança da cultura açoriana em suas raízes inciam preparativos para o 24º Açor
Terça-feira tem nevoeiros, sol e até 30ºC
Operação contra pedofilia cumpre mandados em cinco cidades de SC
Casan reajusta tarifa de água e esgoto em 6,08% em SC