Peças preparadas para a nova etapa de reforma da Ponte Hercílio Luz já estão em Florianópolis – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Peças preparadas para a nova etapa de reforma da Ponte Hercílio Luz já estão em Florianópolis

Já estão no canteiro de obras da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, as primeiras peças preparadas para a fase mais importante nos trabalhos de recuperação da estrutura: tratam-se das chamadas barras de olhal, como são chamadas as peças aéreas que mantêm a ponte sustentada por cabos e formam as curvas do projeto. As 24 barras chegaram nesta segunda-feira, trazidas de Ipatinga (MG), e estão armazenadas numa área próxima da cabeceira da parte continental.

Cada estrutura tem cerca de 13 metros, com furos nas duas pontas, e pesa mais de 1,1 tonelada. A previsão é de que as novas barras sejam posicionadas no lugar das peças atuais a partir de outubro. Até lá, conforme o cronograma, já estarão concluídos os trabalhos de construção da estrutura que fará o suporte temporário das barras de olhal para permitir a troca.

Segundo o engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, a cada semana devem chegar 24 novas barras a Florianópolis. O projeto prevê a substituição de 360 barras em um período de 11 a 12 meses.

—Será dado o início à operação mais importante na recuperação da ponte, que consiste na troca da estrutura existente pela nova — destaca Diotallévy.

Visualmente, a substituição das barras previstas para começar em outubro também é considerada uma das etapas mais marcantes da reforma. Isto porque, além formarem o desenho da ponte, as barras poderão ser observadas de longe durante a reposição. Cada barra de olhal, compara o engenheiro Wenceslau Diotallévy, será ligada à outra barra de olhal por um pino, como se fosse uma corrente de bicicleta.

As peças receberam três camadas de tinta, com elementos anticorrosivos e voltados à proteção contra raios solares, com uma vida útil prevista de pelo menos 15 anos. A empresa Empa, do grupo português Teixeira Duarte, é a responsável pelo atual ciclo das obras de restauração.

A ordem de serviço para os trabalhos foi assinada em abril de 2016, com prazo de execução previsto em 30 meses, o que aponta a conclusão das obras no segundo semestre de 2018. Quando reaberta, terá duas vias para receber veículos e espaço para ciclistas e pedestres.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Equipe da FAACI se reúne com representantes da FATMA
Oito cidades de SC registram grandes volumes de chuva na madrugada desta quinta
Em operação, Secretaria da Fazenda de SC acha irregularidades em 20 outlets
Quinta-feira deve ser de nuvens e chuva irregular em SC
Projeto de trilhas guiadas será na sexta-feira (19/01)