PM catarinense informa que rádios de pilha não estão proibidos nos estádios – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

PM catarinense informa que rádios de pilha não estão proibidos nos estádios

Presidente da ACAERT e o comandante da corporação discutiram o assunto em Florianópolis

radiopilhaA Polícia Militar de Santa Catarina divulgou uma nota esclarecendo as regras para o uso de rádios de pilha durante as partidas do Campeonato Catarinense. A PM afirma que os aparelhos portáteis – tradicionais no futebol – não estão proibidos, mas alerta que a restrição pode ser aplicada aos rádios de grande porte, que levem pilhas “cujo arremesso contra pessoa pode resultar em lesão”.
A informação foi confirmada em reunião realizada nesta quarta-feira (10) entre o comandante da PMSC, coronel Paulo Henrique Hemm, e o presidente da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT), Rubens Olbrisch. O comandante da corporação deixou claro que essa proibição nunca existiu “o rádio faz parte do futebol e não está proibido, mas a nossa missão é garantir a segurança de todos durante os jogos, por isso os aparelhos que levam pilhas grandes não serão permitidos”, esclarece Hemm.
Segundo a Polícia Militar, as regras para o uso de rádios de pilha em estádios de Santa Catarina serão normatizadas e distribuídas a todos os batalhões que fazem o policiamento das partidas de futebol. O objetivo é adotar um procedimento padrão na hora da abordagem aos torcedores, evitando constrangimento e a apreensão de aparelhos.
Rubens Olbrisch destaca que a qualidade do relacionamento institucional entre a PM e a ACAERT ajudou a esclarecer a situação, “o rádio cumpre um papel importante nos jogos que não se limita apenas aos 90 minutos da partida, dando informações de trânsito, horários de ônibus e orientações aos torcedores que muitas vezes são repassadas pela própria polícia. Imprensa e PM sempre foram parceiros”, reforça.
A polêmica teve início durante a terceira rodada do campeonato catarinense, quando o site de um dos clubes que disputa o estadual publicou que: “Não será permitida a entrada de rádios de pilha no estádio pela Polícia Militar”. A informação também foi confirmada por jornalistas que cobriam as partidas, situação que levou a ACAERT a divulgar NOTA pedindo esclarecimentos.
Ainda segundo a Polícia Militar, apenas um torcedor foi de fato impedido de entrar em um estádio por estar portando um rádio (micro system) de dimensões maiores do que as permitidas. O caso aconteceu no jogo entre Camboriú X Chapecoense, pela segunda rodada do estadual, o que teria causado esse ruído de comunicação ajudando a difundir a informação de que todos os aparelhos estariam proibidos.
Nota da PMSC
Senhor Presidente da Acaert,
A Polícia Militar segue protocolos para execução de ações de polícia ostensiva em eventos esportivos visando sempre a segurança de todos.
Nesses protocolos não há a proibição de entrada de rádios portáteis, contudo, pode haver a limitação do acesso de aparelho que utilize pilhas grandes (cujo arremesso contra pessoa pode resultar em lesão).
Fraternalmente,
JOÃO BATISTA RÉUS
Tenente Coronel PM – Chefe Interino do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar de Santa Catarina. Rua Visconde de Ouro Preto, 549 – Centro – Florianópolis – SC
Com informações do Ronda SC

Compartilhe isso:

Leia Mais

PRESOS AUTORES DE TRÁFICO, ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA E CORRUPÇÃO DE MENORES
Temperatura deve passar dos 30ºC nesta segunda-feira em SC
Trabalhadores paralisam serviços no Hospital Florianópolis
2º dia do Vestibular 2018 da UFSC tem 20,5% de abstenção
ESCULTURA É INSTALADA NO MAR DA PRAIA DA SEPULTURA