PM catarinense informa que rádios de pilha não estão proibidos nos estádios – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

PM catarinense informa que rádios de pilha não estão proibidos nos estádios

Presidente da ACAERT e o comandante da corporação discutiram o assunto em Florianópolis

radiopilhaA Polícia Militar de Santa Catarina divulgou uma nota esclarecendo as regras para o uso de rádios de pilha durante as partidas do Campeonato Catarinense. A PM afirma que os aparelhos portáteis – tradicionais no futebol – não estão proibidos, mas alerta que a restrição pode ser aplicada aos rádios de grande porte, que levem pilhas “cujo arremesso contra pessoa pode resultar em lesão”.
A informação foi confirmada em reunião realizada nesta quarta-feira (10) entre o comandante da PMSC, coronel Paulo Henrique Hemm, e o presidente da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT), Rubens Olbrisch. O comandante da corporação deixou claro que essa proibição nunca existiu “o rádio faz parte do futebol e não está proibido, mas a nossa missão é garantir a segurança de todos durante os jogos, por isso os aparelhos que levam pilhas grandes não serão permitidos”, esclarece Hemm.
Segundo a Polícia Militar, as regras para o uso de rádios de pilha em estádios de Santa Catarina serão normatizadas e distribuídas a todos os batalhões que fazem o policiamento das partidas de futebol. O objetivo é adotar um procedimento padrão na hora da abordagem aos torcedores, evitando constrangimento e a apreensão de aparelhos.
Rubens Olbrisch destaca que a qualidade do relacionamento institucional entre a PM e a ACAERT ajudou a esclarecer a situação, “o rádio cumpre um papel importante nos jogos que não se limita apenas aos 90 minutos da partida, dando informações de trânsito, horários de ônibus e orientações aos torcedores que muitas vezes são repassadas pela própria polícia. Imprensa e PM sempre foram parceiros”, reforça.
A polêmica teve início durante a terceira rodada do campeonato catarinense, quando o site de um dos clubes que disputa o estadual publicou que: “Não será permitida a entrada de rádios de pilha no estádio pela Polícia Militar”. A informação também foi confirmada por jornalistas que cobriam as partidas, situação que levou a ACAERT a divulgar NOTA pedindo esclarecimentos.
Ainda segundo a Polícia Militar, apenas um torcedor foi de fato impedido de entrar em um estádio por estar portando um rádio (micro system) de dimensões maiores do que as permitidas. O caso aconteceu no jogo entre Camboriú X Chapecoense, pela segunda rodada do estadual, o que teria causado esse ruído de comunicação ajudando a difundir a informação de que todos os aparelhos estariam proibidos.
Nota da PMSC
Senhor Presidente da Acaert,
A Polícia Militar segue protocolos para execução de ações de polícia ostensiva em eventos esportivos visando sempre a segurança de todos.
Nesses protocolos não há a proibição de entrada de rádios portáteis, contudo, pode haver a limitação do acesso de aparelho que utilize pilhas grandes (cujo arremesso contra pessoa pode resultar em lesão).
Fraternalmente,
JOÃO BATISTA RÉUS
Tenente Coronel PM – Chefe Interino do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar de Santa Catarina. Rua Visconde de Ouro Preto, 549 – Centro – Florianópolis – SC
Com informações do Ronda SC

Compartilhe isso:

Leia Mais

Terça-feira tem sol e tempo seco em SC
Duas pessoas ficam feridas ao tentarem desencalhar baleia por conta própria
Polícia Federal faz busca em gabinete do irmão de Geddel
Criminosos invadem Banco do Brasil de Tijucas, mas fogem sem levar valores
Semana começa com tempo mais firme e temperaturas amenas em SC