PM prende criminosos com carro roubado após furto em casas de Porto Belo – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

PM prende criminosos com carro roubado após furto em casas de Porto Belo

captura05Na tarde de ontem, 22/03, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de furto em duas residências no bairro Perequê, em Porto Belo, sendo que vizinhos visualizaram um veículo GM/Spin, de cor prata, saindo do local.

Diante das informações todas as guarnições da área do 12º BPM ficaram atentas sendo que uma viatura posicionada às margens da BR 101 logo avistou o veículo iniciando o acompanhamento.

Nas proximidades da entrada da Interpraias os agentes perderam o controle e caíram em um barranco às margens da BR 101.

Um dos agentes, desceu do carro armado e enquanto fugia para o mato efetuou disparos contra os policiais que revidaram.

Os outros dois criminosos que estavam no veículo tentaram fugir mas desistiram rapidamente.

O veículo GM/Spin foi identificado com registro de furto/roubo na data de 18 de março na cidade de Penha/SC.

No carro foram encontradas duas TV’s furtadas em uma das residências em Porto Belo.

Os homens detidos já possuem passagens, sendo identificados como Sávio Pereira Freitas, 20 anos, com passagens por roubo e corrupção de menores e Felipe Gabriel Boelter de 21 anos, com passagens por furto e roubo.

Os dois residem em Camboriú e Balneário Camboriú respectivamente.

A Polícia Militar continua nas buscas pelo terceiro autor, já identificado e conhecido das guarnições com mais de 60 registros policiais.

Tenente ISRAEL NASCIMENTO DAMÁZIO

Comandante da Polícia Militar de Porto Belo e Bombinhas.

 

Compartilhe isso:

Leia Mais

Temer diz que população entenderá aumento de impostos dos combustíveis
APROVADO PROJETO QUE PREVÊ TITULO DE CIDADÃO HONORÁRIO DE BOMBINHAS AO GOVERNADOR DE SC
Tarifas do transporte intermunicipal ficam mais caras a partir de domingo (23)
Santa Catarina fica abaixo de 0ºC pelo quinto dia seguido
Público faz campanha para Evaristo Costa ficar na TV, e Globo tenta reverter a decisão do âncora