Porto Belo ganha museu para recontar a história da cidade – Rádio Cidade FM

AO VIVO

Porto Belo ganha museu para recontar a história da cidade

museuO Instituto Soto, criador do Museu Oceanográfico da Univali, em Balneário Piçarras, está concluindo a criação do Museu Histórico de Porto Belo, em parceria com a Fundação Municipal de Cultura. O museu resgata a história da cidade, que está entre as mais antigas de Santa Catarina, com 184 anos, e ocupou um vasto território – se estendia de Taió a Bombinhas e de Leoberto Leal a Massaranduba, incluindo Itajaí, Balneário Camboriú e Blumenau.

O projeto museográfico foi assinado pelo professor Jules Soto, da Univali, e pelo arquiteto Cristiano Lima, seguindo as recomendações do Conselho Internacional de Museus da Unesco. O local escolhido fica ao lado da histórica Igreja de Bom Jesus dos Aflitos, às margens da Baía de Porto Belo. A disposição das peças lembra a do Museu Oceanográfico, com uma viagem pela história.

O acervo inclui peças originais de todos os períodos da ocupação humana no território catarinense, desde 11 mil anos atrás  — o único nesses moldes no Estado. Os visitantes vão encontrar referências aos animais gigantes que viveram na região na Era do Gelo, e um resgate de como ocorriam as caças a baleias, junto à Ilha de Porto Belo. Uma ossada de baleia também ficará em exposição.

O acervo foi colecionado pelo professor Jules Soto e permanecerá no museu pelo menos nos próximos 20 anos – prazo do convênio entre o instituto e a prefeitura. O município vai ceder funcionários e cuidar da manutenção.

Ainda não há data prevista para inauguração, mas a montagem deve ser concluída em duas semanas. A entrada no museu será gratuita.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Chuva, temperatura e mar: veja a previsão do tempo para o fim do verão e início do outono em SC
Carne Fraca: PF diz que propina abastecia PMDB e PP
Prefeitura de Porto Belo convoca novos servidores aprovados em seletivos
Presos na Operação F7 atuavam em empresa de software de Rio do Sul
Semana começa com tempo instável na maioria das regiões de SC