Porto Belo realiza abordagens à pessoas em situação de rua – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Porto Belo realiza abordagens à pessoas em situação de rua

Durante as abordagens, as assistentes sociais que acompanhavam aproveitaram para questionar o interesse das pessoas em iniciar tratamento antidrogas e contra o alcoolismo

Colocando em prática o que foi planejado em reuniões anteriores, a Administração Municipal de Porto Belo através da Secretaria de Assistência Social, com apoio de outras secretarias, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros realizou nesta segunda-feira (27) abordagens à pessoas em situação de rua no Município.

Durante as abordagens, as assistentes sociais que acompanhavam aproveitaram para questionar o interesse das pessoas em iniciar tratamento antidrogas e contra o alcoolismo, ou voltarem para suas cidades e para o convívio familiar. Também foi realizado um cadastro das pessoas e solicitado a documentação de cada um. Cerca de 10 pessoas foram abordadas nesta primeira etapa da ação, entre homens e mulheres, estando a maioria na faixa dos 40 anos.

De acordo com o secretário de Assistência Social Magno Munoz, as abordagens foram realizadas buscando proporcionar às pessoas uma chance para saírem das ruas, sempre respeitando o direito de ir e vir de cada cidadão. “Estávamos preparados para o acolhimento e encaminhamentos necessários. O cadastro dessas pessoas é importante para que tenhamos, enquanto Secretaria de Assistência Social, uma noção de quem são e qual a real situação de cada um. Também nos preocupamos, enquanto Administração Municipal, de pontuar os locais onde há maior incidência de pessoas em situação de rua, para facilitar futuras ações.” – destaca Magno.

O ponto alto da ação ocorreu nas instalações onde seria o futuro Centro Comunitário da cidade, no bairro Perequê. A obra inacabada já estava com a estrutura comprometida e servia de abrigo para dois casais que acumulavam móveis e outros objetos. A Secretaria de Obras, juntamente com a Vigilância Sanitária realizou a limpeza do local. Pertences pessoais, como documentos, foram entregues aos moradores que negaram a ajuda da Assistência Social. No local haviam quatro filhotes de cachorros, que foram recolhidos e levados para o Centro de Castração da cidade para acompanhamento veterinário e posteriormente, serem encaminhados para doação. A estrutura foi fechada até que se tenha um laudo oficial da Secretaria de Planejamento sobre a real situação da obra.

O prefeito do Município Emerson Stein destaca a importância da atenção para com as pessoas em situação de rua. “Estamos dando a chance de eles saírem das ruas. Claro que não podemos interferir nos seus direitos, mas nosso objetivo é incentivá-los a melhorar a situação em que se encontram hoje. O prédio público que servia de abrigo será trancado para que não tenham mais acesso, eles estavam numa situação completamente insalubre para a vida humana, dormindo junto à ratos e fezes de animais. É importante também que saibamos quem são essas pessoas, através do cadastro e com apoio da Polícia Militar conseguimos identificar pessoas com passagens pela polícia ou até mesmo mandado de prisão em aberto. Esta é uma ação em conjunto, feito com muita responsabilidade e cuidado e estamos satisfeitos com os primeiros resultados” – diz Emerson.

Outra ação semelhante acontecerá na noite desta segunda-feira, buscando complementar a abordagem realizada pela manhã.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Em jornada contra corruptos, MST ocupa fazenda de Ricardo Teixeira no Rio
Municípios catarinenses que têm herança da cultura açoriana em suas raízes inciam preparativos para o 24º Açor
Terça-feira tem nevoeiros, sol e até 30ºC
Operação contra pedofilia cumpre mandados em cinco cidades de SC
Casan reajusta tarifa de água e esgoto em 6,08% em SC