Porto Belo realiza abordagens à pessoas em situação de rua – Rádio Cidade FM

OUÇA AGORA! VEJA AGORA!

Porto Belo realiza abordagens à pessoas em situação de rua

Durante as abordagens, as assistentes sociais que acompanhavam aproveitaram para questionar o interesse das pessoas em iniciar tratamento antidrogas e contra o alcoolismo

Colocando em prática o que foi planejado em reuniões anteriores, a Administração Municipal de Porto Belo através da Secretaria de Assistência Social, com apoio de outras secretarias, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros realizou nesta segunda-feira (27) abordagens à pessoas em situação de rua no Município.

Durante as abordagens, as assistentes sociais que acompanhavam aproveitaram para questionar o interesse das pessoas em iniciar tratamento antidrogas e contra o alcoolismo, ou voltarem para suas cidades e para o convívio familiar. Também foi realizado um cadastro das pessoas e solicitado a documentação de cada um. Cerca de 10 pessoas foram abordadas nesta primeira etapa da ação, entre homens e mulheres, estando a maioria na faixa dos 40 anos.

De acordo com o secretário de Assistência Social Magno Munoz, as abordagens foram realizadas buscando proporcionar às pessoas uma chance para saírem das ruas, sempre respeitando o direito de ir e vir de cada cidadão. “Estávamos preparados para o acolhimento e encaminhamentos necessários. O cadastro dessas pessoas é importante para que tenhamos, enquanto Secretaria de Assistência Social, uma noção de quem são e qual a real situação de cada um. Também nos preocupamos, enquanto Administração Municipal, de pontuar os locais onde há maior incidência de pessoas em situação de rua, para facilitar futuras ações.” – destaca Magno.

O ponto alto da ação ocorreu nas instalações onde seria o futuro Centro Comunitário da cidade, no bairro Perequê. A obra inacabada já estava com a estrutura comprometida e servia de abrigo para dois casais que acumulavam móveis e outros objetos. A Secretaria de Obras, juntamente com a Vigilância Sanitária realizou a limpeza do local. Pertences pessoais, como documentos, foram entregues aos moradores que negaram a ajuda da Assistência Social. No local haviam quatro filhotes de cachorros, que foram recolhidos e levados para o Centro de Castração da cidade para acompanhamento veterinário e posteriormente, serem encaminhados para doação. A estrutura foi fechada até que se tenha um laudo oficial da Secretaria de Planejamento sobre a real situação da obra.

O prefeito do Município Emerson Stein destaca a importância da atenção para com as pessoas em situação de rua. “Estamos dando a chance de eles saírem das ruas. Claro que não podemos interferir nos seus direitos, mas nosso objetivo é incentivá-los a melhorar a situação em que se encontram hoje. O prédio público que servia de abrigo será trancado para que não tenham mais acesso, eles estavam numa situação completamente insalubre para a vida humana, dormindo junto à ratos e fezes de animais. É importante também que saibamos quem são essas pessoas, através do cadastro e com apoio da Polícia Militar conseguimos identificar pessoas com passagens pela polícia ou até mesmo mandado de prisão em aberto. Esta é uma ação em conjunto, feito com muita responsabilidade e cuidado e estamos satisfeitos com os primeiros resultados” – diz Emerson.

Outra ação semelhante acontecerá na noite desta segunda-feira, buscando complementar a abordagem realizada pela manhã.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Gilmar defende que plenário do STF dê a última palavra sobre delações
Prisão de PMs reacende crise entre as polícias no Litoral catarinense
Sexta-feira tem céu encoberto e chance de chuva em algumas regiões de SC
Redução de licenças para pesca industrial da tainha afetará 700 pescadores em SC, prevê sindicato
“Grande acerto”, diz Jungmann sobre convocação das Forças Armadas