TRF4 mantém suspensão do turismo embarcado de observação de baleias – Rádio Cidade FM

AO VIVO

TRF4 mantém suspensão do turismo embarcado de observação de baleias

olivia1O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu na terça-feira (30) manter suspenso o turismo de observação de baleias com embarcação com ou sem motores. A decisão é válida para a região da Área de Proteção Ambiental (Apa) Baleia Franca em Imbituba, Garopaba e Laguna, no Sul catarinense.

A sentença havia sido publicada em dezembro de 2015 pela Justiça Federal de Laguna, depois que o Instituto Sea Shepherd Brasil denunciou ações de duas empresas de turismo da região que desconsideravam a distância mínima de 100 metros, permitindo aos turistas tocarem nos animais.

A ordem de suspender este tipo de turismo é válida até que o Instituto Chico Mendes (ICMBio) aplique medidas de fiscalização necessárias à prática, conforme o TRF.

Fiscalização
A 1ª Vara de Laguna julgou procedente o pedido e as partes recorreram. O Sea Shepherd exigiu que a atividade fosse proibida, mas o ICMBio argumentou ao tribunal que monitora as embarcações, cujos motores são desligados ao se aproximarem das baleias e que não há prejuízo em as pessoas tocarem os animais.

“Ficou demonstrado o estado de risco às baleias francas e à comunidade, ainda mais diante das informações da falta de estudos de viabilidade, de plano de manejo e de estrutura técnica para a fiscalização convencional da atividade de turismo de observação de baleias”, concluiu o relator, desembargador federal, Fernando Quadros da Silva.

A observação de baleias por terra foi mantida, pois foi considerada pelo TRF uma prática sustentável. O ICMBio declarou que só se pronunciará após um posicionamento da assessoria jurídica do instituto.

Compartilhe isso:

Leia Mais

Chuva, temperatura e mar: veja a previsão do tempo para o fim do verão e início do outono em SC
Carne Fraca: PF diz que propina abastecia PMDB e PP
Prefeitura de Porto Belo convoca novos servidores aprovados em seletivos
Presos na Operação F7 atuavam em empresa de software de Rio do Sul
Semana começa com tempo instável na maioria das regiões de SC